Homem, de 52 anos, foi preso por suspeita de estupro de vulnerável após denúncia da filha, de 12, em Turvânia (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Adolescente denuncia pai após assistir palestra sobre violência sexual na escola, em Turvânia

Segundo a Polícia Civil, abusos sexuais ocorrem há cerca de dois anos. Homem, de 52 anos, está preso e deve responder por estupro de vulnerável

Homem, de 52 anos, foi preso por suspeita de estupro de vulnerável após denúncia da filha, de 12, em Turvânia (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Homem, de 52 anos, foi preso por suspeita de estupro de vulnerável após denúncia da filha, de 12, em Turvânia (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Uma adolescente de 12 anos denunciou o pai, de 52 anos, por estupro após assistir a uma palestra sobre violência sexual na escola em que estuda, em Turvânia, a cerca de 100 km de Goiânia, na última sexta-feira (4). De acordo com o delegado Tiago Junqueira, ela afirmou que o abuso sexual começou há dois anos, quando ela sofreu um acidente de bicicleta e precisou da ajuda dele para tomar banho. O crime foi constatado por exames feitos no Instituto Médico Legal (IML).

A estudante e dois irmãos, de 8 e 10 anos, passaram a morar com o suspeito após a separação dos pais. Os meninos também passarão por exames para que a existência de possíveis abusos também seja analisada.

O pai foi preso e deve responder por estupro de vulnerável, com o agravante de a vítima ser sua filha. Segundo a Polícia Civil, ele nega o crime. Os três filhos estão aos cuidados da mãe.

Fonte: Jornal O Popular.