image (2)

Caiado deixa UTI e deve ficar em observação por 48 horas

Governador de Goiás está internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde se recupera de uma angioplastia

image (1)

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, no final da manhã desta sexta-feira (11), conforme boletim médico divulgado pela médica Ludhmila Hajjar, às 12 horas.

Na manhã desta sexta-feira, ele passou por uma endoscopia e por avaliação médica que não identificaram problemas. Caiado se recupera de uma angioplastia com implantação de stent realizada na última quinta-feira (10) e ficou na UTI por 24 horas obedecendo a procedimento de rotina. O governador deve ficar em observação por 48 horas.

Segundo o boletim, “o governador passa bem. Dormiu tranquilamente à noite e se alimenta normalmente. Ele já saiu da UTI e está no convívio de familiares e amigos num apartamento do Hospital Sírio Libanês.”

Caiado foi hospitalizado na quarta-feira (9) após sentir fortes dores na região torácica. Primeramente, ele foi atendido no Hospital do Coração, em Goiânia, e depois transferido para o Sírio-Libanês. Em dois dias, ele passou por dois cateterismos que descartaram o diagnóstico de enfarte.

Segundo a cargiologista Ludhmila Abrahão Hajjar, que acompanha Caiado há mais de dez anos, uma placa aterosclerótica (gordura e outras substâncias) moderada na artéria coronária descendente anterior é apontada pela equipe médica como a provável causa da dor que levou o governador ao hospital.

Fonte: Jornal O Popular.