comunicado

Informações sobre processo de promoções de policiais civis

Fluxo do processo que apura a ascensão à carreira deve seguir normalmente na próxima semana

comunicado

O SINPOL comunica a seus sindicalizados que em relação aos questionamentos quanto ao andamento do processo das promoções de julho de 2019 e sobre alegação de suposta inoperância da entidade por um grupo isolado de policiais, desde que a diretoria executiva tomou conhecimento quanto ao incremento de 30% de vagas de ascensão à carreira para integrantes de instituição diversa que integra os quadros da Secretaria de Segurança Pública, os diretores buscaram pelo tratamento isonômico, sobretudo, levando-se em consideração os relevantes serviços prestados pelos policiais civis de Goiás que colocaram o Estado em evidência nacional no índice de redução de criminalidade, bem como em consideráveis prisões e apreensões de quantidade significativa de armas, drogas, aeronaves e inúmeros bens de investigados angariados com a prática criminosa.

Dito isso, levamos nosso pedido à direção da Polícia Civil no sentido de buscar atendimento igualitário no que tange ao aumento de vagas para promoções, tendo o delegado geral Odair Soares e sua equipe desde o início se comprometido com o solicitado, tratando a questão pessoal e diretamente com o Secretário de Segurança Pública e o Governador do Estado, dos quais obteve apoio.

É cediço que o aumento do percentual de vagas para a Polícia Civil demanda alteração legislativa na Lei Orgânica da instituição, o que vinha sendo tratado com celeridade dentro do permitido no âmbito da administração haja vista a obediência de prazos, emissão de pareceres e despachos, mas que já vencia instâncias de estudo de impacto e tratativas indispensáveis com secretariados.

Considerando que as promoções já concedidas aos integrantes da co-irmã alcançarão vantagens financeiras somente a partir de janeiro de 2020, o que de igual maneira ocorrerá com as promoções que serão concedidas aos policiais civis, a Diretoria Executiva do SINPOL entendeu por bem considerar que em não havendo ganhos financeiros imediatos com as promoções, portanto, ausência de prejuízo monetário, fosse então prudente aguardar os trâmites do processo de incremento de novas vagas solicitado oficialmente pela entidade, o que representaria 195 novos colegas incluídos no processo atual. Todavia as cobranças e pressões feitas aos integrantes da diretoria do SINPOL e à própria direção da Polícia Civil exigiu que os membros do Conselho Superior da Polícia Civil deliberassem no dia de hoje (09/10) sobre a situação, no que decidiram por procederem a publicação do Boletim de Notas após recursos na próxima semana, dando encaminhamento ao governador do Estado da lista de promoções com as vagas atualmente existentes.

O SINPOL lamenta que os esforços empreendidos para que 195 novos colegas alcançassem ascensão à carreira tenha sido adiado e esclarece que isso representaria ampliação permanente nos quadros de promoções. A entidade continuará atuando de maneira responsável e muitas vezes silenciosa em razão das circunstâncias exigirem cautela.

Assim, esclarecemos que na próxima semana os trâmites para as promoções de 642 policiais, e não 837, percorrerão o fluxo exigível até que o ato de promoção seja publicado no Diário Oficial do Estado.

SINPOL LIVRE e TRANSPARENTE

Fonte: SINPOL