whatsapp-image-2016-09-27-at-12-44-01

JOSÉ ELITON DÁ POSSE A 50 PAPILOSCOPISTAS

O Governador em exercício, José Eliton, deu posse na manhã desta terça-feira (27/09) a 50 papiloscopistas aprovados no último concurso. A solenidade ocorreu o auditório Mauro Borges, do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, ocasião em que destacou a importância desses profissionais que, dentre outras funções, assumem papel fundamental na elucidação de crimes. Dos 100 aprovados, outros 50 tomarão posse em janeiro. Todos já passaram por curso de formação na Escola Superior de Polícia Civil e estão aptos a exercerem suas funções.

Inicialmente esses papiloscopistas serão lotados no Instituto de Identificação da Polícia Civil, mas atuarão no Instituto Médico Legal (IML). Com o reforço do quadro será viabilizada, ainda, a criação das centrais de perícia papiloscópicas nos municípios de Goiânia, Anápolis e Luziânia. No início de 2017, com o chamamento do restante dos aprovados serão criadas novas centrais em Uruaçu, Rio Verde, Jataí, Itumbiara e Catalão.

Aos novos servidores José Eliton deu as boas-vindas em seu nome e também do governador Marconi Perillo, que segue em missão comercial no exterior, em busca de novas parcerias e investimentos para o Estado. “Quero destacar a importância de cada um de vocês que irão executar múltiplas atividades de relevante interesse público”, afirmou.

Aprovada para o cargo de papiloscopista, Larissa Pureza Ferreira, falou em nome dos colegas. “Agradeço a nomeação de todos, que a partir de agora integram a segurança pública de Goiás”. José Eliton, por sua vez, afirmou que o momento é de comemoração pelos aprovados, mas muito mais de desafio. “Já conseguimos muitos avanços, mas o caminho é longo”, disse.

Funções

No IML os papiloscopistas atuarão na identificação de cadáveres ignorados – com a finalidade de impedir o sepultamento sem o conhecimento da família e permitir a investigação da causa da morte –, muitas vezes já em estado avançado de decomposição. No Instituto de Criminalística, trabalharão nos locais de crimes junto com os peritos criminais e, por fim, no Instituto de Identificação, serão os responsáveis pela revelação e levantamentos de fragmentos papilares, para identificação de autores de delitos.

É próprio da função dos papiloscopistas, também, a identificação de idosos, enfermos e portadores de necessidades especiais; participarão em eventos de atendimento à população, especialmente em programas itinerantes do governo, em diversos tipos de concursos identificando candidatos e evitando fraudes, entre outros serviços.

Os papiloscopistas serão responsáveis por uma gama de atribuições que em Goiás e se consolidam com o Goiás Biométrico, que possibilita o confronto de informações coletadas com um moderno banco de dados que utiliza também o arquivo civil do estado. “A identificação por biometria dará aos delegados de polícia mais agilidade e segurança em suas investigações, e aos juízes, uma prova incontestável quanto à identificação”, disse o governador em exercício.

Formação

Durante o ato de posse, o governador em exercício lembrou de visita que fez em abril desse ano na Academia de Polícia Civil, ocasião em que presenciou a formação e capacitação dos aprovados. “Sabemos o quanto estão preparados para atuar. Vocês realizam um trabalho que é fundamental na medida em que têm condições de fazer a investigação correta do ponto de vista da identificação, contribuindo com o trabalho investigativo da Polícia Civil”, destacou José Eliton.

O delegado-geral da Polícia Civil, Álvaro Cássio, ressaltou os esforços do governo de Goiás quanto ao comprometimento e grandes mudanças que tem realizado no sentido de estruturar cada vez mais o aparato de segurança pública do estado. O que foi corroborado pelo secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária em exercício, Coronel Edson Costa e também pelo deputado federal e delegado licenciado, João Campos.

A solenidade foi acompanhada, ainda, pelo presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, deputado Helio de Sousa, secretários de governo, integrantes do Poder Judiciário, comandante-geral da Polícia Militar, Coronel Divino Alves, superintendente executivo de Administração Penitenciária, coronel Victor Dragalzew, superintendente de Inteligência Integrada da SSPAP, Danilo Fabiano Carvalho e Oliveira, e por diversos representantes de entidades classistas ligadas às forças de segurança do estado.

Governo de Goiás promove 42 policiais civis

O governador em exercício, José Eliton, assinou na manhã desta terça-feira (27/09) decreto de promoção para 42 policiais civis do Estado de Goiás. As escolhas seguiram os critérios de antiguidade e merecimento. São delegados, agentes, escrivães e papiloscopistas promovidos aos cargos segundo as classes: primeira, segunda e especial.

A assinatura do decreto ocorreu juntamente com o ato de nomeação de 50 papiloscopistas, no auditório Mauro Borges, com a participação de representantes de entidades classistas das forças de segurança, deputado federal e delegado licenciado João Campos, presidente da Assembleia Legislativa, Helio de Sousa, e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária em exercício, Coronel Edson Costa Araújo.

No total, seis delegados de polícia de primeira classe foram promovidos a delegados de polícia de classe especial. Um de segunda classe passou à primeira classe. Seis agentes de polícia de primeira classe foram promovidos à classe especial. Escrivães e papiloscopistas também integram o grupo promovido.

Agenda 2030 e troca de comando no Exército

Antes da cerimônia de posse dos papiloscopistas, o governador em exercício, José Eliton, participou, no início desta terça-feira, na Praça Cívica, do hasteamento das bandeiras em comemoração pelo primeiro ano de adoção da Agenda 2030. A iniciativa prevê plano de ação para o desenvolvimento das pessoas, para o planeta e a prosperidade.

O objetivo é fortalecer a paz universal. “Finalmente os países que são signatários dessa carta se comprometeram a adotar ações objetivas e eficazes para fazer com que a vida seja um bem altamente protegido, assim como o meio ambiente, as questões relacionadas à prosperidade e ao planeta”, disse.

Logo após, prestigiou a solenidade de passagem do Comando de Operações Especiais do Exército, no Jardim Guanabara. Deixou o cargo o general de divisão, Mauro Sinnot, e assumiu o posto o general de brigada Sérgio Schwingel. “O Exército brasileiro se renova e sempre presta grandes serviços à população”, disse durante entrevista. “É uma instituição nacional estratégica que visa proteger a nação brasileira”, completou.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta