image (1)

Lula lidera com 37,3%, seguido por Bolsonaro com 18,8%; confira todos os números

O petista, que também desponta na modalidade espontânea, tem quase o dobro do segundo colocado; ex-presidente vence em todos os cenários de segundo turno.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem quase o dobro das intenções de voto de Jair Bolsonaro (PSL), aponta pesquisa do Instituto MDA, encomendada pela CNT (Confederação Nacional de Transportes). O petista desponta com 37,7% dos votos no cenário estimulado, enquanto o deputado federal, em segundo, aparece com 18,8%.

A pesquisa ouviu 2.002 pessoas entre a última quarta-feira (15) e este sábado (18), em 137 municípios de 25 unidades da federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

No levantamento, Marina Silva (Rede) é a terceira colocada, com 5,6%. Logo atrás aparecem Geraldo Alckmin (PSDB), com 4,9%, e Ciro Gomes (PDT), com 4,1%. Brancos e nulo somam 14,3%. Indecisos representam 8,8%.

Todos os 13 candidatos que requisitaram registro ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) foram incluídos na pesquisa. No entanto, candidatura de Lula é questionada na Justiça pelo fato de ele estar preso desde abril, condenado em segunda instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso tríplex do Guarujá (SP). Com isso, ele está enquadrado na Lei da Ficha Limpa e pode se tornar inelegível.

O estudo não avaliou um cenário sem Lula, mas apurou quais candidatos receberiam os seus votos. Se substituir Lula na chapa do PT, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad herdaria 17,3% dos votos do ex-presidente. A candidata Marina ficaria com 11,9%. Ciro é o terceiro a receber mais votos do petista, com 9,6%. Bolsonaro teria 6,2% e Alckmin, 3,7%. Um terço dos eleitores de Lula anulariam o voto sem ele na disputa e 16,6% não saberiam em quem votar.

Espontânea

Lula lidera também na pesquisa espontânea, porém sua margem diminui em relação a Bolsonaro. Enquanto o petista aparece com 20,7%, o candidato do PSL tem 15,1%.

Os próximos na lista são Geraldo Alckmin (PSDB), com 1,7%; Ciro Gomes (PDT), com 1,5%; e Álvaro Dias (Podemos), com 1,3%. Marina Silva, em terceiro lugar na estimulada, aqui aparece apenas em sexto, com 1,1%.

A pesquisa foi registrada no TSE sob o número BR-09086/2018.

Fonte: O Popular

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta