notaoficial

*NOTA OFICIAL* *Representantes de classe das categorias da Polícia Civil de Goiás repudiam tratamento diferenciado do Estado entre as forças policiais*

*NOTA OFICIAL*

*Representantes de classe das categorias da Polícia Civil de Goiás repudiam tratamento diferenciado do Estado entre as forças policiais*

Entidades que representam todos os cargos da Polícia Civil do Estado de Goiás repudiam o tratamento desigual do Governo de Goiás em relação às promoções das forças policiais.

A promoção de 2018 da Polícia Militar do (PM-GO) foi assinada pelo governador José Eliton e já consta na folha de pagamento dos servidores, enquanto a promoção do mesmo ano da Polícia Civil continua paralisada na Governadoria.

Diante deste cenário, a categoria pretende se reunir na próxima semana para definir uma data em que será *realizada mobilização com objetivo de reivindicar a implementação do direito* previsto em lei. A promoção de julho de 2018 da PC já foi assinada pelo Secretário de Segurança Pública, mas não ainda pelo governador.

Insatisfeitas, as entidades ressaltam ainda que esse tratamento discriminatório entre as forças policiais de Goiás, referentes aos mesmos direitos, causa desmotivação e desunião entre as categorias e uma ruptura institucional dentro da Segurança Pública, uma vez que a orientação do governador é de que as forças de segurança trabalhem de forma integrada e conjunta.

Além disso, destacamos que o impacto financeiro da promoção dos servidores da Polícia Civil é substancialmente menor que o impacto causado pela promoção dos policiais militares. O que não justificaria, portanto, problemas de caixa para não concedê-la.

🖌 *ASSINAM:*

 *APPEGO*- Associação dos Papiloscopistas Policiais do Estado de Goiás

 *ADPEGO*- Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Goiás

 *SINDEPOL* – Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de Goiás

 *SINPOL*- Sindicato dos Policias Civis de Goiás

 *UGOPOCI*- União Goiana dos Policiais Civis

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *