Polícia Civil desvenda o caso de mulher esquartejada da mala e prende assassino psicopata

O Delegado de Polícia Civil de São Joaquim Diego Azevedo e sua equipe conseguiram identificar o corpo de uma mulher que foi encontrada aos pedaços dentro de uma mala em São Joaquim e ainda conseguiu prender o assassino na noite desta última quinta-feira.

A equipe de Polícia de São Joaquim se deslocaram para Porto Alegre onde o assassino foi identificado e inclusive o restante do corpo da mulher foi encontrado enterrado no quintal do bandido. O restante foi cortado com uma serra makita e trazido em duas malas para São Joaquim onde foi encontrado por um catador de latinhas na manhã de domingo.

Ainda de acordo com o Delegado, o assassino teria feito a execução a pedido de outro parente da vítima.

Para a polícia o assassino detalhou friamente como ocorreu a execução, pois a mulher de 34 anos foi morta por golpes de martelo e depois esquartejada com uma serra elétrica makita. No dia da execução o marido dela estava no Estados Unidos.

Segundo o Delegado Diego Azevedo o trabalho do IGP, principalmente do exímio trabalho da papiloscopista (especialista em identificação e impressões digitais) Simoni Ramos que não poupou esforços para identificar o corpo naquelas condições e após isso levar a prisão do assassino. A perita do IGP analisou minuciosamente mais de 50 impressões digitais de desaparecidos até chegar na vítima. Simoni havia identificado a vítima já na noite desta última terça-feira..

ATUALIZAÇÃO:

O nome da vítima era Beatriz Lacerda Glufke natural do Estado de Minas Gerais e morava em Porto Alegre.

Já o assassino foi identificado pelo nome de Vandré Caetano do Carmo

 

Fonte:http://saojoaquimonline.com.br/

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta