crop

Polícia Civil elucida latrocínio que vitimou comerciante no Setor Sul

Um jovem de 22 anos foi preso suspeito de matar um comerciante durante um assalto a uma lanchonete no Setor Sul, Goiânia, no dia 20 de julho último. Jean Carlos de Souza, que foi apresentado à imprensa na manhã desta segunda-feira, dia 20, alegou que atirou em José Maria da Silva, de 57 anos, porque ele reagiu ao assalto. O rapaz teve o apoio de um adolescente de 17 anos para praticar o crime.

Em depoimento à polícia, o menor também confessou a ação. De acordo com o delegado Paulo Ribeiro, que coordenou as investigações, Jean Carlos disse que cometeu o assalto por ter perdido o emprego como cuidador de idoso. Em confissão, gravada pela polícia, o autor explicou como aconteceu o crime. “Eu vi ele lá parado mexendo no celular. Encostei o carro na esquina, fui lá, dei a voz de assalto e pedi para ele não reagir. Ele pegou alguma coisa e veio para cima de mim e eu disparei”, disse.

José Maria chegava para trabalhar, nas primeiras horas da manhã, quando foi abordado pelo criminoso. Ele reagiu, tentou lutar com o assaltante, mas acabou baleado e morreu no local. Na ocasião, uma funcionária que chegava para trabalhar no mesmo momento em que o patrão, contou à polícia que os criminosos também tentaram matá-la, mas a arma falhou. José Maria era muito conhecido no Setor Sul, onde mantinha o ponto comercial há mais de 30 anos.

Comunicação Polícia Civil

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta