NOTA

Nota Conjunta das Entidades

Senhores policiais,
Buscando trazer informações à categoria policial no que se refere a PEC 3548, conhecida como a PEC DO TETO, através da qual o Governo de Goiás busca proceder aos ajustes de contas do Estado, as entidades abaixo descritas esclarecem que em um trabalho em conjunto, com repetidos diálogos com as autoridades responsáveis por discutir o tema, conseguiram manter a promoção prevista anualmente para o mês de julho, diverso do que dispunha o texto original da proposta de emenda constitucional, que transferia a concessão da promoção para o mês de dezembro.
Restou definido ainda que a progressão dos policiais que já preencheram tempo para sua concessão, de igual maneira está garantida, de acordo com compromisso feito pelos secretários Joaquim Mesquita e João Furtado com as entidades, devendo no próximo mês serem creditadas.
No que se refere às progressões futuras, árduo tem sido o trabalho das entidades, que num esforço em comum, têm buscado alternativas para que os policiais que fazem jus ao benefício sejam minimamente prejudicados, sobretudo aqueles que contam exclusivamente com a progressão como forma de elevação na carreira, a exemplo, os classe única, porém, contamos com a resistência do governo, que visa não abrir absolutamente qualquer exceção sobre o tema, seja qual for a categoria de servidores públicos.
Em reunião no fim da tarde de hoje com o chefe do Núcleo de Projetos Especiais do Governo, delegado Edilson de Brito, o mesmo solicitou das entidades que construam em conjunto um projeto que venha abarcar a categoria dos policiais civis, conforme orientação do secretário João Furtado.
As entidades devem apresentar nas próximas horas, propostas de emendas a PEC, a deputados, a fim de que a Polícia Civil seja excepcionada no que se refere à realização de concursos públicos, justamente pelas chances do atual concurso para delegado ser cancelado, conforme fraude apurada pela DECARP, bem como o concurso para agente e escrivão estar sob demanda judicial.
É preciso que os policiais civis goianos estejam conscientes das dificuldades enfrentadas pelos líderes das entidades classistas no sentido da busca de manutenção de direitos, e que a categoria esteja disposta a se envolver e engajar nessa luta.
APPEGO
SINDEPOL
SINPOL
UGOPOCI
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *